Blog chagas

GC GOMES CONSTRUÇÕES

GC GOMES CONSTRUÇÕES

SPEEDNET

SPEEDNET

TOPÓGRAFO

TOPÓGRAFO

PUBLICIDADE

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Marcolândia-PI,Prefeitura recebe carro destinado à Assistência Social

As ações da Administração Municipal tem rendido bons frutos para o município de Marcolândia.A Prefeitura de Marcolândia adquiriu recentemente um carro Palio Fire, zero km, equipado com ar condicionado, direção hidráulica, entre outros itens.O veículos será utilizado pelos profissionais do Departamento Municipal de Assistência Social.O veículo foi adquirido com  recursos de Índice de Gestão Descentralizada do Bolsa Família-IGDBK,para melhor efetivação das atividades da Secretaria de Assistência Social.Segundo a Secretária Municipal de Assistência Social, Lara Suzanny, o carro vai otimizar as visitas domiciliares. “O corpo técnico vai poder contar com o veículo para agilizar as entrevistas e visitas aos usuários do programa do Governo Federal”, disse a Secretária.
De acordo com a secretária, a prioridade é atender cada vez melhor as pessoas do município. “Nossa busca tem sido incansável na intenção de melhorar a qualidade de vida dos marcolandenses. A chegada deste veículo vai auxiliar de forma significativa as ações das equipes de Assistência Social de nosso município, dando mais tranquilidade no desenvolvimento de um trabalho com qualidade para a nossa população”, falou a secretária.O carro será utilizado pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e auxiliará os técnicos nas visitas domiciliares, como explica a secretária Lara Suzanny.

Fonte e Fotos:Blog Chagas Fotografias


Wellington cobra de Zé Filho retomada das obras em Picos

clique para ver a foto em tamanho realO governador eleito, Wellington Dias (PT), cobrou do atual governo a retomada de todas as obras que estão paralisadas em Picos. O apelo foi feito após ele (Wellington) tomar conhecimento através das lideranças do município que, a maioria das obras iniciadas na gestão do ex-governador Wilson Martins (PSB) não foi concluída e estão paradas há algum tempo.
Wellington disse que primeiro é preciso cobrar do atual governador a retomada das obras que estão paradas e, por outro lado os serviços. “Não são somente as obras! Estamos falando de serviços de saúde que estão paralisados por falta de medicamentos, por falta de pagamento aos médicos, aos especialistas” – denunciou.
Além desses, o governador eleito denunciou a paralisação de outros serviços, como de assistência técnica. “É o caso do Emater! Nós já estamos no período de preparação para a próxima safra e se não tiver o Emater, a Adapi não funciona. Não se pode dá passo para trás, retrocedendo no avanço que tivemos na sanidade animal e vegetal”- alertou.
 O senador Wellington Dias advertiu sobre a necessidade de se ter todos os serviços funcionando. “Estou citando aqui alguns. Serviço de água e de segurança que são essenciais à população. Acho que há um governo constituído e temos que cobrar desse governo para que cumpra com as suas obrigações” – ressaltou.
Obras paradas
São várias as obras de infraestrutura em Picos iniciadas no governo de Wilson Martins (PSB) que não foram concluídas e, que estão paralisadas faz algum tempo. Outras, como o viaduto sobre a BR-316, sequer foram iniciadas e ficaram apenas na promessa.
No último dia 16 de outubro a Câmara Municipal de Picos aprovou requerimento assinado pelos quinze vereadores, solicitando a retomada de todas as obras paralisadas e que são importantes para o desenvolvimento do município. Após quase duas semanas o governo do estado não deu qualquer resposta e a situação continua a mesma.
Dentre as obras iniciadas no governo Wilson Martins e que estão paralisadas podem ser citadas às estradas ligando Picos a localidade Gameleira dos Rodrigues, da BR-316 a Chapada do Mocambo e da sede do município à Santa Cruz do Piauí.

Também estão paralisados os asfaltamento das ruas da cidade de Picos, a construção do Mercado do Produtor, alargamento das duas pontes sobre o Rio Guaribas, sede própria do Corpo de Bombeiros, ponte sobre o Riacho dos Macacos, novo hospital, construção da avenida Beira Rio e do ginásio poliesportivo do povoado Torrões.

Picos: Multas de trânsito já somam mais de 6 mil

Sede do DMT, em Picos - Foto: Jesika MayaraNa manhã desta quarta-feira, 29, o Departamento Municipal de Trânsito divulgou os dados quantitativos referentes ao número de multas catalogadas no trânsito de Picos. Nos últimos cinco anos foram aplicadas 23.593 multas, um percentual que vem aumentando no decorrer dos anos.
Segundo o coordenador do DMT, Danilo Guimarães, este aumento é explicado pela intensificação de fiscalizações. “De uma certa maneira elas tem aumentado numericamente, mas de um forma geral pela fiscalização e pela quantidade de sinalizações, acrescentadas do início da gestão até agora e pela quantidade de agentes, as multas tem reduzido.
Sede do DMT, em Picos – Foto: Jesika Mayara
Danilo Guimarães ainda avaliou o índice destacando que até o ano de 2012 quem realizava autuações era apenas a Polícia Militar de Trânsito, embora existindo a participação de agentes de trânsito contratados que nesta condição não aplicavam multas.
Confira o percentual de multas nos últimos cinco anos
2009 – 3.452 multas
2010 – 3.057 multas
2011 – 5.270 multas
2012 -5.279 multas
2013 – 6.535 multas
Até o mês de outubro do corrente ano segundo dados do DMT, o número de multas já somam quase 7 mil. Este aumento foi apontado em decorrência da sinalização que está sendo aumentada, onde já foram acrescentadas 1000 placas de trânsito, revitalização das faixas de pedestres, sinalização horizontal, além de outras medidas.
Uma medida que vem sendo discutida e que deverá ser intensificada é a realização de Blitz que tem por objetivo  fiscalizar e também conscientizar os condutores.
Trabalho em conjunto
O coordenador enfatizou ainda que além das políticas de conscientização e de fiscalização que ajudam a coibir estes atos infracionais, o trabalho em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal tem contribuído para que os condutores trafeguem da maneira correta.

“A Polícia Rodoviária Federal tem aumentado a fiscalização na BRs, e isto ajuda muito, pois a gente dentro da cidade o condutor sai errado pra BR, e o trabalho da PRF faz com que o condutor entre na cidade mais correto, usando o capacete e outros órgãos de segurança”, frisou Danilo Guimarães. PORTAL RIACHAONET – O Portal de notícias da macrorregião de Picos

domingo, 26 de outubro de 2014

Dilma é reeleita presidente e amplia para 16 anos ciclo do PT no poder

  Dilma Rousseff (PT) venceu Aécio Neves (PSDB) na disputa em segundo turno e foi reeleita neste domingo (26) para um novo mandato como presidente da República (2015-2018). O resultado foi confirmado pelo sistema de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 20h27min53, quando 98% das urnas estavam apuradas e não havia mais possibilidade matemática de virada. Acompanhe a apuração em tempo real.
Até a última atualização desta reportagem, com 99,98% das urnas apuradas, a petista tinha 54.493.372 votos (51,64%) e o tucano, 51.034.114 votos (48,36%).Uma hora depois da confirmação do resultado, Dilma fez um discurso de agradecimento, com 26 minutos de duração, em um hotel de Brasília. Saudou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem chamou de "militante número 1 das causas do Brasil", afirmou que está "disposta ao diálogo" e conclamou os brasileiros a se unirem em favor do país. "Não acredito que estas eleições tenham dividido o país ao meio", afirmou. "O calor da disputa pode agora ser transformado em energia construtiva de um novo momento no Brasil", declarou. A presidente disse que priorizará a discussão com o Congresso e com a sociedade de uma reforma política a ser aprovada por meio de plebiscito.
Aécio Neves fez um pronunciamento em Belo Horizonte cerca de 40 minutos depois de confirmado o resultado. Disse ter cumprimentado Dilma pela vitória e afirmou que agora a prioridade é unir o Brasil. "Considero que a maior de todas as prioridades é unir o Brasil em torno de um projeto honrado e que dignifique todos os companheiros", afirmou, em uma fala de cerca de dois minutos.
Com a vitória, Dilma completará um período de 16 anos do PT no comando do governo federal, desde a primeira eleição de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002. É o dobro do tempo do PSDB, que teve dois mandatos com Fernando Henrique Cardoso (1995-1998 e 1999-2002). Desde antes da reeleição de Dilma, o PT trabalha com a hipótese de uma nova candidatura de Lula em 2018, conforme voltou a defender neste domingo o presidente do partido, Rui Falcão.
A presidente se reelegeu na disputa considerada a mais acirrada desde a redemocratização. No início da campanha, a petista manteve-se na dianteira nas pesquisas de intenção de voto, mas depois chegou a ter a liderança ameaçada por Marina Silva (PSB), derrotada no primeiro turno, e Aécio, que chegou a aparecer numericamente à frente dela no segundo turno.
Foi também a sexta eleição marcada pela polarização entre PSDB e PT, que desde 1994 sempre chegaram nas duas primeiras posições na corrida presidencial. Assim como em 2010, a candidatura de Marina despontou neste ano como terceira força, alcançando 21,3% dos votos no primeiro turno.
Dilma Rousseff depois de votar em Porto Alegre no segundo turno da eleição (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)
A presidente Dilma Rousseff depois de votar em Porto Alegre no segundo turno da eleição (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)
Campanha
Tanto no primeiro quanto no segundo turno, a campanha eleitoral para a Presidência neste ano foi marcada pelas críticas entre os candidatos. Se na primeira fase da disputa, os ataques do PT se concentraram em Marina – apontada como inconsistente – na segunda, a campanha petista mirou a candidatura de Aécio, associando-a ao "retrocesso".Marina passou a ser alvo tanto do PT quanto do PSDB com sua rápida ascensão nas pesquisas após a morte de Eduardo Campos, candidato do PSB até agosto, quando morreu em acidente aéreo que vitimou outras seis pessoas, entre assessores e tripulantes.
Até então, as pesquisas indicavam uma situação de estabilidade, com Dilma à frente e Aécio em segundo. O tucano já havia enfrentado denúncias de suposta concessão irregular para um tio de um aeroporto na cidade de Cláudio (MG), mas a candidatura dele começou a perder fôlego após a morte de Campos.
Uma das principais críticas do PT a Marina Silva foi a defesa da independência do Banco Central, que propunha mandatos fixos para diretores condicionado ao combate à inflação. Nas propagandas e discursos, a campanha petista dizia que a medida favoreceria os banqueiros; na TV, foi mostrada uma família sem comida no prato. Marina respondia dizendo que a rival tentava "ressuscitar o medo” na campanha e fazia “terrorismo eleitoral”.
Pelo lado do PSDB, Marina era atacada por ter sido filiada ao PT, inclusive nos períodos em que o partido enfrentava escândalos de corrupção, como o mensalão. A candidatura de Marina também foi posta em xeque após mudanças em seu programa de governo. Quando o programa foi lançado, em 29 de agosto, havia defesa do casamento gay e da energia nuclear. No dia seguinte, os tópicos foram retirados, sob alegação de erro na edição do documento.
Marina foi perdendo pontos nas intenções de voto e acabou ultrapassada por Aécio na semana que antecedeu o primeiro turno. Nas urnas, Dilma obteve 41,6% dos votos válidos e Aécio 33,5%, resultado que levou a disputa para o segundo turno.
Nas três semanas de disputa direta entre a petista e o tucano, as críticas se concentraram na corrupção e na economia. Aécio explorou o escândalo na Petrobras, responsabilizando o governo pelos supostos desvios e propina pagos a políticos pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa. Dilma reagiu dizendo que a oposição tentava dar um golpe ao explorar o caso. Defendeu-se ainda afirmando que a PF teve autonomia para investigar, e os casos de corrupção não eram escondidos "debaixo do tapete".
No campo da economia, a petista insistiu que o retorno do PSDB ao poder seria uma "volta ao passado", segundo ela, com arrocho salarial, desemprego e queda na renda dos trabalhadores. O tucano, por sua vez, enfatizou a alta da inflação no governo Dilma aliado ao baixo crescimento da economia; como solução, pregou mais credibilidade e transparência nas contas públicas para atrair de volta o investimento produtivo ao país.
Nas duas últimas semanas da campanha, os ataques se intensificaram nas propagandas, debates na TV e atos de campanha pelas ruas do país. Além de criticar a política econômica do PSDB, Dilma passou a dizer que os tucanos não governavam para os pobres, apontando uma menor abrangência dos programas sociais na época de FHC. O discurso foi reforçado por Lula, que participou ativamente da campanha e chamou Aécio de "filhinho de papai", o acusou de ser agressivo com mulheres e o condenou por recusar o teste do bafômetro numa blitz em 2012.
Além da Petrobras, Aécio acusou o PT de promover uma divisão no país, entre ricos e pobres e Sudeste-Sul contra Norte-Nordeste. O tucano recebeu apoio de Marina Silva e outros candidatos derrotados na eleição e passou a se queixar da "campanha de desconstrução", segundo ele, feita pelo PT. Num dos debates mais tensos da TV, Aécio ainda rebateu a acusação de ter empregado a irmã no governo de Minas ao dizer que um irmão de Dilma também havia sido nomeado pela Prefeitura de Belo Horizonte durante administração do PT.

sábado, 25 de outubro de 2014

Dilma tem 53%, e Aécio, 47% dos votos válidos, aponta Ibope

Dilma tem 53%, e Aécio, 47% dos votos válidos, aponta IbopePesquisa Ibope divulgada neste sábado (25) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
- Dilma Rousseff (PT): 53%
- Aécio Neves (PSDB): 47%
Ibope - 25.10 (Foto: Arte/G1)
Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S. Paulo”.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 23, Dilma tinha 54% e Aécio, 46%.
Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:
- Dilma Rousseff (PT): 49%
- Aécio Neves (PSDB): 43%
- Branco/nulo: 5%
- Não sabe/não respondeu: 3%
O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 206 municípios nos dias 24 e 25 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01195/2014.

Fonte:G1

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Prefeito Francisco Pedro de Araújo visita obras em andamento no município

O prefeito, Chico Pitu, realizou na manhã desta quinta-feira, dia 23, uma visita às obras que estão sendo realizadas na zona urbana e rural do município.
O prefeito Chico Pitu visitou moradores da zona rural, que vão ser  beneficiados com a limpeza e ampliação do Açude do Tamboril e poços  tubulares  perfurados  com recursos próprio da prefeitura.

Com o objetivo de avaliar o andamento dos investimentos no município de Marcolândia, o prefeito Chico Pitu  tem visitado as obras que estão sendo realizadas na cidade. Acompanhar de perto o trabalho das obras é uma das prioridades da gestão e tem como objetivo verificar possíveis ajustes e providências que devam ser tomadas para evitar atrasos.“Estamos investindo e queremos fazer mais, dar mais agilidade às obras municipais. Sabemos que a população precisa dessas benfeitorias, por isso, vamos acompanhar as obras e procurar sanar eventuais problemas para que essas melhorias cheguem rápido ao cidadão”, disse o prefeito.O Prefeito aproveitou a oportunidade para fazer visita aos poços que estão sendo perfurados na zona rural do município. Visitou ainda a construção da antena de televisão que está sendo feita próximo ao matadouro e o calçamento do antigo cemitério no centro da cidade.


Para o Prefeito apesar das dificuldades as mudanças estão acontecendo. Estamos fazendo o possível para fazer as coisas acontecerem no nosso Município.

Fonte e Fotos:Blog Chagas Fotografias

Dilma tem 54%, e Aécio, 46% dos votos válidos, diz pesquisa Ibope

Dilma tem 54%, e Aécio, 46% dos votos válidos, diz pesquisa IbopePesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (23) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
- Dilma Rousseff (PT): 54%
- Aécio Neves (PSDB): 46%
Ibope (Foto: Arte/G1)
Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S. Paulo”.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 15, Aécio tinha 51% e Dilma, 49%.
Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:
- Dilma Rousseff (PT): 49%
- Aécio Neves (PSDB): 41%
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 3%
O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 20 e 22 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01168/2014.
Rejeição
O Ibope perguntou, independentemente da intenção de voto, em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum. Veja os números:
Aécio – 42%
Dilma – 36%
Expectativa de vitória
O Ibope também perguntou aos entrevistados quem eles acham que será o próximo presidente da República, independentemente da intenção de voto. Para 51%, Dilma sairá vitoriosa; 38% acreditam que Aécio ganhará; 10% não sabem ou não responderam.
1º turno
No primeiro turno, Dilma teve 41,59% dos votos válidos e Aécio, 33,55% (veja os números completos da apuração no país).

Fonte: G1

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Escolas municipais de Marcolândia são contempladas com mobiliários novos


Mais uma conquista viabilizada pela Administração Municipal, por meio da Secretaria de Educação, está beneficiando escolas municipais, com mobiliários novos.

Nesta última terça-feira 21/10/2014, chegaram para as escolas do município, U.E.Mariano da Silva Neto,U.E.Manoel Avelino de Brito e Escola de Cícero Mundinho jogos de carteiras, compostos por mesa e cadeira escolar. Ainda conjuntos compostos por mesas e cadeiras para professores.

     

Seguindo os padrões nacionais, a prefeitura de Marcolândia através da Secretaria de Educação adquiriu o mobiliário escolar para as Escolas Municipais e Rurais.
Segundo a Secretária de Educação Armandina Vieira de Araújo, toda a mobília escolar é fruto de um convênio com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que através do Plano de Ações Articuladas contemplou o município de Marcolândia graças ao bom desenvolvimento de suas ações escolares e sua legalização com os processos governamentais. “Fizemos um diagnóstico de toda a situação escolar de nosso município e justificamos a necessidade do convênio. Como estamos totalmente legalizados e habilitados fomos contemplados com mais essa melhoria para as crianças e jovens”, conta Armandina, Secretária de Educação.

O prefeito Francisco Pedro de Araújo(Chico Pitu) (PT), disse que o município de Marcolândia foi contemplado com jogos de mesa e cadeira para os alunos, e mesas e cadeira para professores e diretores.
“Escolhemos o que há de melhor na indústria de mobília escolar para que nossas escolas sejam modelo em mobília e principalmente ensino e aprendizagem, e assegurar que os alunos possam dispor de conforto e qualidade”, afirmou o prefeito Chico Pitu.
Segundo a diretora da U.E.Mariano da Silva Neto,a aquisição das mobílias escolares contribuirá na melhoria da infraestrutura da escola “Com a aquisição dessas mobílias escolares, percebe-se o cuidado em estar oferecendo qualidade aos alunos,são estes detalhes que demonstram que existe valorização da educação municipal,a Administração Municipal está de parabéns " disse.

 "Estamos felizes com o momento da Educação aqui em Marcolândia.
Esse mobiliário escolar é fruto da nossa organização que nossa comunidade é merecedora, " comentou Armandina.
Para a secretária Armandina o momento é ímpar. "Precisamos nos situar no tempo. São tantas coisas acontecendo, obras importantes que estão transformando nossa cidade para melhor a cada dia. Nossa equipe se preocupa em equilibrar os investimentos, mas é inegável afirmar que a Educação merece um destaque. Investir na formação do cidadão é a melhor aplicação que um líder pode fazer. Nossa comunidade merece e teremos mais novidades em breve", finalizou Armandina.

Fonte:Blog Chagas Fotografias